Código internacional de sinais: OSCAR QUEBEC. Significa navio ajustando sua bússola.

PERGUNTAS FREQUENTES

Agulha magnética é o mesmo que bússola náutica?


Sim! Por tradição de marinha a bússola é chamda Agulha Magnética. Dependendo do seu emprego, por exemplo: marítimo, aeronáutico, geológico ou topográfico ela terá um nome apropriado.




A bússola náutica funciona de forma invertida?


Não! Ao instalar uma bússola na embarcação, a Linha de Fé deve fica no sentido longitudinal da embarcação, alinhada com a proa e visível a quem pilota. Assim quando guinar a embarcação na linha de fé vamos ter a leitura do ângulo referente ao norte magnético (azimute) que será o rumo magnético da embarcação. Parece que é a bússola que gira, mas é a embarcação. A bússola estará sempre indicando o norte magnético.




A bússola está sempre torta, por que?


Esta está com inclinação, pelo que compreendi. Vejamos: a) Pode ser alteração do campo magnético próximo a ela, por exemplo, o radio. O ímã do altofalante pode estar interferindo. b) Quando você comprou esta bússola especificou que era para navegar no litoral do Brasil? Então quando comprar uma bússola no exterior, principalmente pela internet, é bom saber se ela foi fabricada para navegar na sua região. Lembre-se que o Brasil tem a maior parte do seu território no hemisfério sul e alguns fabricantes tem suas especificações para cada região do globo.




O que é significa fazer compensação de bússola magnética?


O mesmo que ajustar! A compensação da bússola é uma operação de ajuste dos corretores que tem por fim anular ou reduzir, a valores muitos pequenos, os Desvios da Bússola Magnética com relação ao Norte Magnético esperado em sua determinada área.




Como é feito o ajuste da bússola?


Como deve ser! Com a embarcação em movimento e basicamente consiste em aproar a embarcação aos Rumos Magnéticos defasados de 45 graus e, por meio dos corretores, ajustar a bússola magnética para ficar sem Desvios ou com valores dentro de 3 graus para navios de 82,5 m ou mais e 4 graus para navios menores que 82,5 m comprimento.




Quem realiza o ajuste da bússola magnética?


É o Perito em Compensação de Agulhas Magnéticas, conforme a NORMAM-14/DPC. Profissional é habilitado pela Diretoria de Hidrografia e Navegação (DHN) e homologado pela Diretoria de Portos e Costas (DPC) que credenciam emitir o Certificação de Compensação da Agulha Magnética. Neste certificado deve tem a identificação da embarcação e da bússola; a tabela e curva de desvio.




O que é certificado de compensação de bússola magnética?


Certificado de Compensação de Agulha Magnética é o documento oficial, emitido por um perito homologado pela Autoridade Marítima, que certifica que a bússola magnética está em conformidade com às exigencias técnicas e/ou que a bússola está ajustada. Basicamente este documento deve ter as caracteristicas técnicas da bússola, o resultado do ajuste realizado e a assinatura do perito homologado. Nos comprometemos, imediatamente após a realização do serviço, que será emitido e entreque ao comandante da embarcação.




Uma lancha cerca de 6,1 m de comprimento, que navega apenas próximimo à linha do litoral e enseada, precisa do Certificado de Compensação de Agulha Magnética?


Não!




Quando deve-se fazer o ajuste da bússola magnética?


Autoridade Marítima recomenda que a compensação ou ajuste de agulha magnética deve ser feita quando: a) ocorrer grandes reparos ou alterações na estrutura da embarcação; b) instalar ou alterar instralações elétroeletrônicas e/ou de ferro nas imediações da agulha; c) transportar carga de natureza magnética; d) a embarcação ter sido rebocada; e) permanecer por mais de seis meses atracada na mesma proa e cais; f) seus desvios excederem 3 graus; g) vencer o prazo de validade.




Eu tenho uma embarcação de 20 pés (6 m) que permanece estacionada numa marina por mais de 30 dias às vezes. Pode corre o risco da bússola ficar descompensada pela longa permanência na mesma proa?


Perguntas se: _ Qual o material que é feito o casco da embarcação? _ Esta embarcação reúne muitas peças de ferro ou aço? Então, geralmente, as pequenas embarcações são feitas de alumínio, fibra ou outro material não ferromagnético e reúne poucas peças de material ferrosos na palamenta. Logo se a sua embarcação ter estas características não corre o risco de ser magnetizada pela indução do campo magnético da Terra e descompensar a agulha. Mas atenção: é diferente nas embarcações de casco de aço ou que reúnem muitos ferros a bordo, pois o magnetismo do planeta Terra formará um magnetismo induzido neste material ferroso que desviarão a bússola.




O Receptor GPS substitui o emprego da Bússola Magnética?


Não. Apesar de estudos avançados estudos sobre o uso de embarcação autonoma, o Receptor GPS é um equipamento eletrônico, logo necessita de uma fonte de energia eletrica para o seu funcionamento, já a Agulha Magnética é independente de qualquer suprimento de energia, funcionando apenas com o magnetismo do planeta Terra. Ainda, a Agulha Magnética, indica o azimute em tempo real, já o Receptor GPS não. Isto ocorre porque o Receptor GPS indica o rumo em função da posição que a embarcação se encontrava anteriormente e sempre estará atrasado com a proa real. Por isto que a agulha magnética é um instrumento fundamental para determinar o risco de colisão, identificando a marcação de uma embarcação em aproximação conforme a regra 7 da COLREG-72/IMO (Convenção sobre o Regulamento Internacional Para Evitar Abalroamentos no Mar, 1972). Importante firmar que navegar exige precisão e falha na sua segurança deve-se evitar. Principalmente, evitar que no futuro, um Hacker comande a embarcação autonoma.




Quais os requisitos para a dotação e certificação de bússola magnética?


A dotação e certificação de uma bússola magnética depende da classificação da Embarcação. Assim ilustramos com os seguintes extratos: a) SOLAS-74/IMO (Convenção Internacional para Salvaguarda da Vida Humana no Mar), artigo 2.1, da Regra 19, do Capítulo V, cita que: Todos os navios, independente do seu porte, deverão ter: 1. Uma agulha magnética adequadamente compensada, ou outro meio, que seja independente de qualquer suprimento de energia, para determinar a proa do navio e apresentar a indicação no rumo do local em que se encontra o sistema de governo principal; b) NORMAM-01/DPC (Norma da Autoridade Marítima para Embarcações Empregadas na Navegação de Mar Aberto) ratifica a convenção SOLAS ao citar, no item a) do artigo 0417, que a dotação de equipamentos de navegação para as Embarcações SOLAS é a prevista no Capítulo V da Convenção SOLAS/74 e suas emendas, conforme a data de batimento de quilha de cada embarcação. Ainda no item b) do artigo, ao listar a dotação para as demais embarcações, cita no item 1) Agulha magnética de governo onde determina que todas as embarcações tripuladas deverão estar equipadas com uma agulha magnética de governo, que deverá estar devidamente compensada (certificado válido por 01 ano) e sua tabela ou curva de desvios disponível a bordo. No artigo 0423 da referida norma, ao lista os documentos que todas as embarcações deverão portar, quando aplicáveis, cita no item f) o Certificado de Compensação de Agulha/Curva de Desvio como exigência; c) NORMAM-02/DPC (Norma da Autoridade Marítima para Embarcações Empregadas na Navegação Interior), no artigo 0402, no item 1) cita que as embarcações empregadas na navegação interior com AB maior ou igual a 500 deverão dispor a bordo Agulha Giroscópica ou Agulha Magnética, com certificado de compensação; d) NORMAM-03/DPC (Norma da Autoridade Marítima para Embarcações de Esporte e/ou Recreio), no artigo 0419, na alínea a) item 1), que todas as embarcações devem empregar na dotação mínima de equipamentos de navegação, independentemente da área onde estiver navegando uma agulha magnética de governo. No entanto esta exigência é para “todas as embarcações, exceto as miúdas”, e ainda estabelece que “as embarcações com comprimento igual ou maior que 24 metros deverão possuir, também, certificado de compensação ou curva de desvio, atualizados a cada 2 anos”. e) NORMAM-28/DHN (Norma da Autoridade Marítima para navegação e cartas náuticas) no capítulo 2, sobre a dotação de equipamentos, sistemas e publicações de navegação, logo na seção I da publicação, ao estabelecer a “dotação de equipamentos e sistemas de navegação” recomenda, por classificação das embarcações, o material necessário à segurança da navegação que aqui fazemos um extrato resumido. Por exemplo, no subitem 0201.1, referente a todas as embarcações [SOLAS] que independente de seu porte, cita na alínea d que deverão dotar uma agulha magnética adequadamente compensada, ou outro meio, que seja independente de qualquer suprimento de energia, para determinar a proa do navio e apresentar a indicação do rumo no local em que se encontra o sistema de governo principal. No subitem 0201.2, sobre as embarcações com AB igual ou superior a 150 e todas as embarcações de passageiros, independente do seu porte, que além das exigências do subitem 0201.1, deverão dotar: a) uma agulha magnética de reserva, que seja intercambiável com a agulha magnética mencionada na alínea d do subitem 0201.1, ou outro meio para desempenhar as funções mencionadas [no subitem 0201.1], por meio da substituição ou da duplicação do equipamento. No item 0202, referente as embarcações não SOLAS, autopropulsadas, com fim comercial, empregadas em mar aberto, no subitem 0202.1, prescreve que todas as embarcações [não SOLAS] empregadas em mar aberto, deverão dotar-se de: agulha magnética de governo. Aqui esclarece que todas as embarcações tripuladas deverão estar equipadas com uma agulha magnética de governo, que deverá estar devidamente compensada (certificado válido por 01 ano) acompanhada de sua tabela ou curva de desvios disponível a bordo. Esta exigência é estendidas, ainda, aos: subitem 0202.2 referente a embarcações com AB superior a 100; subitem 0202.3 referente as embarcações de passageiros com AB superior a 300; subitem 0202.4 referente as embarcações tripuladas com AB superior a 500; item 0203 referente as embarcações empregadas na atividade de pesca com AB superior a 500. No subitem 0204.2 referente as embarcações com AB igual ou superior a 500 [empregadas em navegação interior] faculta agulha giroscópica ou agulha magnética, porem com certificado de compensação acompanhada de tabela ou curva de desvio. Já no item 0205, embarcações de esporte ou recreio e atividades correlatas, declara no subitem 0205.1, que as embarcações de médio porte deverão dotar agulha magnética de governo. Neste caso, que todas as embarcações, exceto as miúdas, deverão estar equipadas com agulha magnética de governo. As embarcações com comprimento igual ou maior que 24 metros deverão possuir, também, certificado de compensação ou curva de desvio atualizado a cada 2 anos. A publicação orienta ainda que usuários deverão possuir, em local acessível e apropriado, marcados com o nome da embarcação, dentre as publicações listadas, o Certificado de Compensação de Agulha/Curva de Desvio, e neste sentido é citado nos itens 0211, 0212, 0213 e 0214 da NORMAM-28.




Agulha Magnética das embarcações salva-vidas (Baleeiras) das Plataformas (Fixas ou Flutuantes), também precisam ter o Certificado de Compensação de Agulha/Curva de Desvio?


As Agulhas Magnéticas instaladas nas embarcações Baleeiras estão dispensadas de possuir o Certificado/Curva de desvio. Não é necessário fazer o serviço de compensação nestas embarcações, porque não é uma exigência da Autoridade Marítima brasileira. No Anexo 9-E da NORMAM-01/DPC, referente às Plataformas Fixas Habitadas, por exemplo, relaciona uma Lista de Verificação para Perícia de Conformidade onde no item V) Setor de Salvatagem, na pergunta de verificação número 83) cita: “A bússola das embarcações salva-vidas possui iluminação e encontra-se sem bolhas de ar?”. Portanto, prescreve às embarcações Salva-vidas [Baleeiras] das Plataformas Fixas apenas a exigência de possuir uma bússola que possui iluminação e sem bolha de ar, não exigindo assim a aferição da curva de desvio. Então a certificação em questão trata-se do Certificado de Exame da Agulha, onde apresenta-se que a agulha estão em conformidade com as caracteristicas técnicas para o funcionamento o mesmo refere-se para as agulhas reservas.




Qual o prazo de validade do Certificado de Compensação de Agulha Magnética?


a) Embarcação empregada na navegação mar aberto, validade de 1 ano (NORMAM-01); e b) Embarcação esporte e recreio, igual ou maior que 24 metros, validade de 2 anos (NORMAM-03). Observação : Embarcação interior, regida pela NORMAM-02, não prevê prazo, apenas dotação.




Quanto custa o serviço de compensação de bússola?


O custo para ajustar e certificar a bússola magnética varia conforme o tipo de embarcação, o modelo da bússola e a localidade. Consulte-nos!




Qual a duração do serviço?


O tempo para realizar a operação de compensação de agulha magnética, geralmente, é uma hora. Mas dependendo do tipo da embarcação e das condições do mar, este tempo pode aumentar.




Agulha magnética exposta ao sol fica desmagnetizada?


Sim. Longo período de exposição direta à radiação solar vai desmagnetizar a Agulha, pois a temperatura interna vai aumentar e fazer os átomos do material magnético ficarem desordenados, sem direção e perdendo, de forma gradativa, o seu magnetismo e assim a Agulha não indicará mais o Norte. Portanto, mantenha a capuchana fechada, pois evitará a incidência direta da radiação solar, aumentando assim a vida útil da Agulha Magnética. Quando navegando ocorre aeração e a temperatura não tende a ultrapassar os +60°C critério que atende as normas ISO-14227 e ISO-25862.




A desmagnetização ocorre devido a incidência direta dos raios de sol ou calor?


Calor! O excesso de temperatura produzido pela longa exposição à radiação solar é o principal motivo, pois poderá aquecer o ímã da bússola e até formar bolhas no fluido. Mas as bússolas magnéticas são fabricadas para suportar -30° até +60°C conforme a norma da ISO.




Tenho uma lancha que fica em uma marina coberta com uma capa de proteção, mas por baixo da capa o calor que faz é muito grande e por isso receio que ela se desmagnetize.


Se a temperatura não ultrapassar +60°C; e se o fabricante atender a Norma ISO-14227, que orienta o padrão para pequena embarcação, essa bússola certamente não perderá suas propriedades. Geralmente as capas são lonas que permitem o suspiro.




Tenho uma bússola magnética da marca Ritchie modelo Angler RA-9, Rosa de 70 mm posso retirá-la da embarcação quando não estiver usando e guardar em outro local?


Se for removível facilmente, faça. Mas atenção: a) retirando a bússola deve guardá-la em um local longe de qualquer material com magnetismo. Armário de liga de ferro ou aço: nunca ! b) No transporte não mexer, por curiosidade ou descuido, em dois pequenos parafusos (um a ré e outro para boreste da bússola) eles são os corretores internos de ajuste, se o fizer faça com sobriedade.




Cúpula da minha bússola quebrou, tem conserto?


Sim! Um caso parecido ocorreu com uma bússola Aquameter Galaxy cujo fabricante não existe mais, mas a única empresa de modelagem de acrílico que conseguiu safar minha onça foi a ACRYFLON (Sr. Blasius) que fez uma cúpula compatível com a original!




Comprei uma lancha e tem bússola só que falta ponteiro. Quanto custa para colocar ponteiro na bússola?


Não se fabrica mais bússolas para o uso náutico com um ponteiro para indicar a direção. O ponteiro foi substituído pela própria rosa dos ventos (Compass Card). Neste tipo de bússola a leitura é direta, facilitando visualizar o rumo colimado. Por exemplo os modelos CP-201S da Optronics e o B-51 Explorer da Ritchie, são de leitura direta.




Quando fui tirar a bússola do pedestal o parafuso quebrou dentro dela. E agora?


Um cliente trouxe-me uma bússola para restaurar, mas com esse problema. Onde consegui retirar o parafuso, com destreza e cuidado para não danificar toda a peça, foi no KALAMAR. Converse com o Sr. Maurício.




Por que a bússola do meu barco tem uma bolha de manhã, mas desaparece à tarde quando volto para terra?


Sua bússola provavelmente tem um vazamento muito pequeno. Quando você observa a bolha de manhã, sua bússola está fria e o fluido que está faltando causou a formação de uma bolha. À medida que a temperatura vai aumentando, o fluido se expande, aumentando o volume e fazendo a bolha desaparecer. Mas observe, se a bolha for aumentando dia a dia é aviso para manutenção.




Minha bússola de geólogo, da marca Brunton, precisa de manutenção porque a agulha está presa, o clinômetro está solto e o espelho oxidou. Você faz esse serviço?


Não. Onde faz manutenção em bússola de geólogo, e tem seus acessórios, é na GEOLOGIA BR. Fale com Sr. Matheus.




Estou precisando de uma capa para proteger a bitácula da bússola. Vocês fornecem capa em tecido naval ou corvin?


Não! Mas onde se faz costura náutica e capas para bússola magnética é na Sapataria Neris. Fale com o Sr. Neris.




Com as novas tecnologias orientação, a bússola magnética é uma tradição ou relíquia a bordo?


Resposta publicada no sitio Itajai Naval. Leiam, acessando o artigo: Agulha magnética: tradição ou relíquia.




Você faz curso para pilotar embarcação?


Não. Para fazer Curso de navegação e ter a Carteira de Habilitação recomendo acessar SUPORTELAN. Fale com Sr. Luciano.




Você faz compensação de bússola eletrônica de piloto automático?


Não. Mas recomendo a NAVITEC para esse serviço. Fale com Sr. Fabrício.